Filmes e Documentários



O que resta de junho é um documentário que visa problematizar as chamadas Jornadas de Junho e refletir sobre o seu significado e efeitos nos múltiplos segmentos sociais envolvidos, desdobrando a sua constituição como acontecimento a partir de entrevistas com alguns dos principais personagens das jornadas e pesquisadores sobre o tema, no Rio de Janeiro e em São Paulo, e das imagens que restaram dessas que foram as maiores manifestações políticas e sociais que o Brasil já viveu em sua história.



RIO EM CHAMAS é um filme-manifestação que fala da crise social por que passa a cidade do Rio de Janeiro e dos protestos públicos que se tornaram constantes desde meados de 2013. Como uma manifestação, é composto pelos múltiplos pontos de vista de seus vários realizadores, unindo testemunhos, ficção, registros documentais e animações, sem pretender apresentar uma visão totalizante dos acontecimentos que vêm se acumulando desde então, mas sim tomar parte deste momento.


Vândalos e Baderneiros é um filme curta documental que reflete sobre os conceitos de vandalismo e baderna. Tentando desconstruir o discurso midiático e do senso comum associado a uma campanha de criminalização de manifestações e protestos. Para alcançar um entendimento mais complexo e crítico sobre os termos.

Nenhum comentário: