domingo, 28 de junho de 2020

Raul Seixas e a Filosofia: traduzindo reflexões complexas em música popular.

Neste dia 28 de junho o cantor baiano Raul Seixas faria 75 anos. Raulzito dentre muitas qualidade, se destacou por conseguir traduzir em forma de música populares reflexões complexas feitas pelo pensamento filosófico. Sua ligação com a Filosofia era grande, inclusive chegou a cursar a faculdade de Filosofia na UFERJ. Apesar de não ter concluído os estudos acadêmicos universitário, reflexões próprias do pensamento filosófico sempre estiveram presente em sua produção musical.
Para marcar esta data postamos aqui 2 vídeos que discutem a relação de 2 músicas do Raul e o pensamento filosófico.


sábado, 27 de junho de 2020

Raul Seixas, Chuang Tzu, a borboleta e a Filosofia.


Mais um vídeo da série Raul Seixas e a Filosofia, desta vez um bate papo sobre a música "O conto do Sábio chinês" e o pensamento do Filósofo taoista Chuang Tzu.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

Vídeos-aulas de introdução a Estética.

Estética é uma área da Filosofia que no ensino escolar normalmente aparece como "matéria" nos últimos anos do Ensino Médio. Uma área do estudo filosófico que também costuma atrair o interesse de estudantes de artes e pessoas que buscam aprimorar sua "sensibilidade".
Nosso canal desenvolveu 3 vídeos visando uma introdução a estética, material que foi utilizado pelas mídias da SEEDUC-RJ neste período de pandemia.
Agora todos estes vídeos foram agregados aqui.

Aula1 

Aula 2
   
Aula 3
 

sexta-feira, 5 de junho de 2020

 
 
Documentário "Babás"

Assista ao filme, leia o roteiro, comente 3, publique, Documentário, de Consuelo Lins, Duração: 20 min, Plays 7.842
Fotografias, filmes de família, anúncios de jornais do século XX constroem uma narrativa pessoal sobre a presença das babás no cotidiano de inúmeras famílias brasileiras, mostrando uma situação em que o afeto é genuíno, mas não dissolve a violência

Assistir online.

terça-feira, 19 de maio de 2020

3 vídeos sobre Formação complementar e emergêncial em tempos de Pandemia.





Postando também um vídeo produzido pelo canal Fotoguerrilha para complementar.

domingo, 3 de maio de 2020

Muito informativo, assistam.


A questão evangélica e a pandemia.


Entrevista com Ras André Guimarães historiador e pastor da igreja metodista, mediação Vladimir L. Santafé professor e cineasta.

sábado, 25 de abril de 2020


O programa de entrevistas online discute o tema "Coronavírus e o papel do SUS" com Paula Bortonon Doutora em informação e comunicação em saúde (PPGICS) - Fio Cruz que também é pesquisadora do NEXT (núcleo de experimentação de tecnologia interativa) e atua com gestão de saúde no Rio de Janeiro. Como apresentador Rudá Lemos, Jornalista e filósofo que também atua como assessor de comunicação da secretaria de saúde de Niterói.

terça-feira, 21 de abril de 2020

Aprendendo com Games: Assasin's Creed Odyssey e a Democraia Ateniense.


Nesta live vamos explorar o modo histórico cultural do game Assasin's Credd Odyssey. Faremos um gameplay do tour sobre a Democracia Grega.

terça-feira, 14 de abril de 2020

Ilusão de ótica e Filosofia: a fragilidade do conhecimento sensível.


Neste vídeo falamos de teoria do conhecimento, discutindo a diferença entre intuição e conhecimento discursivo para apontar a fragilidade do conhecimento imediato. Uma discussão que é feita através de uma reflexão sobre conhecimento intuitivo empírico sensível e as ilusões de ótica. 
 
Música: Bruno Viana. M.A.S - Macgyver Audio System https://soundcloud.com/user-474145491... 
 
Bibliografia: Filosofando. Introdução à Filosofia, Aranha, Maria Lúcia de Arruda; Martins, Maria Helena Pires. O Espelho Mágico De M.c. Escher. Ernst, Bruno. 
Oito fantásticas ilusões de ótica do mundo das artes https://www.bbc.com/portuguese/vert-c... 
 
No blog: Recomendação de Programa o Tema Conhecimento humano http://www.pensamentoradical.com/2011... 
Escher e a Filosofia. 
Conhecimento e ilusões de ótica

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Ensino a Distância e Pandemia: obstáculos e possibilidades.


Neste vídeo damos prosseguimento a reflexão iniciada no vídeo anterior, sobre ensino a distância e Pandemia. Discutimos aqui alguns obstáculos e possibilidades para propostas de Ensino a Distância dentro da emergencialidade colocada pela pandemia de coronavírus. Dentre as quais: exclusão digital, inabilidade tecnológica de professores e oportunismo privatista de conglomerados empresariais.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Ensino a Distância e Pandemia.


É preciso fugir de respostas simplistas e maniqueístas frente a crise colocada pela pandemia de coronavirus. E isso também no que diz respeito a educação. O Ensino a distância pode ser uma ferramenta para a redução de danos a formação dos estudantes nesta emergência global? Sim. Existem obstáculos enormes para qualquer educação a distância democratizada no país? Sim. A resposta autoritária e mercadológica de governos que se recusam a dialogar com educadores para construir algo neste sentido é um grande erro? Com certeza. Precisamos encarar a realidade atual em toda sua complexibilidade, se distanciando de tabus colocados por concepções conservadoras de educação e também de concepções tecnicistas. 
 
Bibliografia
 
Artigos
 "O mundo depois do coronavírus" Yuval Noah Harari http://www.ihu.unisinos.br/78-noticia... 
"O coronavírus de hoje e o mundo de amanhã" ByungChul Han http://www.ihu.unisinos.br/78-noticia... 
"A Educação à Distância, a Internet e a Educação Forma" Nilton Bahlis dos Santos
"As Ocupações Estudantis e a Reinvenção do Espaço Escolar Facilitadas pelas Tecnologias Interativas" http://epaa.asu.edu/ojs/article/downl... Diego Felipe e Paula Paula Bortolon
 
Livros 
 "Redes de Indgnação e esperança" Manuel Castells
 "Galáxia da Internet" Manuel Castells
 "Cibercultura" Pierre Lévy
" Emergência: A dinâmica de rede em formigas, cérebros, cidades e softwares" Steven Johnson

quinta-feira, 26 de março de 2020

Um debate filosófico sobre a Pandemia.



Em nosso primeiro programa, abordamos um assunto que, por sua gravidade, monopolizou todos os canais de notícia, a população e os governos mundiais: a pandemia do Coronavirus é o tema da 1ª edição do "ContraTese", do canal Linhas de Fuga. Fugindo das análises que abordam a questão somente a partir do ponto de vista da saúde, o debate sobre as consequências desse vírus que atravessou fronteiras passará pela reflexão de pensadores como Mbembe, Foucault, Zizek e Agamben. Os professores Diego Felipe Souza e Vladimir L. Santafé instigam discussões em temas como estado de exceção, biopoder, mudanças no tecido social e capitalismo em transe. O que nos espera após esse desastre natural "orquestrado" por um inimigo invisível que desestabiliza governos? Compartilhe, se inscreva e curta o nosso canal! Precisamos de apoiadores como você para continuar o nosso trabalho.

segunda-feira, 23 de março de 2020

Vamos estudar Filosofia durante a "quarentena"?

Você é estudante e está procurando um material audiovisual para estudar Filosofia neste período de "quarentena"? É professor e está buscando uma material legal para passar para os seus alunos?
Fica aqui a sugestão do material de vídeo produzido para o Canal de YouTube Pensamento Radical
pelo Professor de Filosofia Diego Felipe de Souza Queiroz que atua lecionando para o ensino médio na rede estadual de educação do rio de janeiro.

Os vídeos apresentados abaixo cobrem o conteúdo que normalmente é ministrado para as turmas de 1° ano do ensino médio.
Motivos para estudar filosofia no ensino médio.
Neste vídeo discutimos o nascimento da filosofia, a versão tradicional sobre a invenção da filosofia e a problematização desta concepção.

A Filosofia é uma invenção grega?
Neste vídeo discutimos o nascimento da filosofia, a versão tradicional sobre a invenção da filosofia e a problematização desta concepção.

A Filosofia é africana?
No vídeo apresentamos a temática da filosofia africana de forma introdutória e sua problematizando da concepção tradicional apresentada pela história da filosofia que defende que a "disciplina" teria nascido na Grécia antiga.

O que é Mito?
Uma introdução ao conceito de Mito que visa desconstruir o significado distorcido do termo tal com é colocado pelo senso comum.

Quem foram os Filósofos Pré-Socráticos?
Neste vídeo apresentamos estes importantes pensadores da antiguidade.


Raul Seixas e a Filosofia de Heráclito: metamorfose ambulante.
Neste vídeo relacionamos a letra da música metamorfose ambulante de Raul Seixas com os pensamento do filósofo Heráclito. O primeiro vídeo de uma série que discutirá a relação das músicas do raulzito com o pensamento filosófico.

Sócrates e a Filosofia.
No vídeo apresentamos uma pequena introdução ao pensamento do Filósofo Sócrates. O pensador questionador que se tornou um mártir para a história da Filosofia.

Felicidade em Aristóteles: Todos buscam a felicidade.
Neste vídeo apresentamos brevemente algumas das ideias do filósofo Aristóteles sobre o tema da Felicidade. Bibliografia: Ética a Nicômaco.


3 Filmes sobre o Mito da Caverna.
Neste primeiro episódio do programa Pensamento Radical discutimos o Mito da Caverna de Platão a partir de 3 filmes: Matrix, Vanilla Sky e Show de Truman. Atualizações cinematográficas de uma reflexão filosófica antiga, o debate entre ilusão e realidade. Para estudantes, educadores e todos demais interessados em Filosofia vale a pena conferir.

sexta-feira, 13 de março de 2020

Qual o papel do Filósofo em uma pandemia?

Séries e filmes sobre cenários apocalípticos são um sucesso na indústria do entretenimento. Normalmente os protagonistas são sujeitos armados, militares ou policiais. Neste tipo de ficção se destacam também os médico e cientistas que acabam sendo extremamente útil dado os problemas biológicos e de todos os tipos de ferimentos causados aos personagens. No que diz respeito a significação moral dos acontecimentos vez ou outra surge o sacerdote que é introduzido para trazer um conforto existencial a psique abalada dos sobreviventes. Mas e o filósofo, ele seria inútil? Por que nunca vemos um filósofo em uma destas obras?

Se tomarmos a filosofia como um conhecimento relacionado a criação de conceitos, e estes como ferramentas mentais para se pensar a "realidade" a filosofia é imprescindível. É ela que tem a capacidade de problematizar o que esta dado em seu significado mais radical. Seria ela a ferramenta para reflexão sobre o "estado de natureza" produzido nos cenários de "terra arrazada" das ficções. Seria ela que possibilitaria os personagens pensarem um novo mundo para além dos erros que rolaram no passado e viver em meio a falta de perspectiva do presente.

Quando o filósofo Zizek discute sobre o poder subversivo do coronavírus ele está se referindo evidenciando o poder do filósofo. É claro que não vivemos hoje um apocalipse zumbi, mas este tipo de ficação em muito reflete a crise que vivemos. Uma crise despertada por um vírus, mas inevitavelmente também é  econômica e social. 

Frente a um mundo capitalista neoliberal a crise que se apresenta é uma oportunidade de reflexão, ela nos dá uma chance de captar os limites do sistema constituído e de perceber a necessidade de apontar um outro mundo. Frente a esta pandemia o império das fakes desmorona,  pois só a ciência e a informação acertada podem nos orientar. A "mão invisível do mercado" mostra sua perversidade porque fica evidente a importância de sistemas de saúde pública e da intervenção social do Estado na economia. A lógica mercadológica do capitalismo mundial demonstra suas fragilidades.

É hora de pensar as relações entre o indivíduo e o coletivo, entre a liberdade e a responsabilidade, entre a vida e o lucro, entre o ético e o poder. Em tempos como o nosso a filosofia é imprescindível não só para pensar o hoje, mas porque nos permiti problematizar o que temos para nos possibilitar um novo amanhã.

https://outraspalavras.net/crise-civilizatoria/zizek-ve-o-poder-subversivo-do-coronavirus/

quarta-feira, 11 de março de 2020

Sessão Quadro Negro na "Semana do dia internacional da Mulher" no IECD em Madureira.

Sessão Quadro Negro na "Semana do dia internacional da Mulher" no Instituto de educação Carmela Dutra Madureira. Evento realizado pelos professores Fernanda Ribeiro, Washington Drummond e Diego Felipe de S. Q.
Na ocasião debatemos com os estudantes da escola normal hegemonicamente um publico feminino a temática do machismo estrutural de nossa sociedade e da luta das mulheres por direitos. Um debate muito importante para um país marcado pela ascensão de um pensamento conservador que ataca diretamente todas as conquistas de direito das mulheres.

domingo, 8 de março de 2020

segunda-feira, 2 de março de 2020

Cineclube "Quadro Negro" de Março.

Neste mês que se comemora o dia internacional da mulher exibiremos o documentário
"Aprendendo a andar de skate em uma zona de guerra (se você é uma mulher)"

sábado, 29 de fevereiro de 2020

10 canais de youtube para aprender sem fakes e de forma séria.

A internet está repleta de canais de vídeos de conteúdo duvidoso, de "falsos especialistas" ou generalistas falando superficialmente e de forma errática sobre variados temas. Mas nem só de "influencers digitais" falastrões vive as redes sociais. No YouTube podemos encontrar bons canais de divulgação científica e de debate de temas atuais, que juntam conteúdo de qualidade a uma linguagem muito didática.

Confira conosco 10 destes canais.

https://www.youtube.com/channel/UCn9Erjy00mpnWeLnRqhsA1g
Um ótimo canal que discute ciência, em especial física. Bem didático e atualizado no que diz respeito as notícias do mundo científico.
https://www.youtube.com/channel/UClu474HMt895mVxZdlIHXEA
 Um canal maravilhoso em sua estética e conteúdo, aborda diversos temas. se destacando os debates sobre biologia com Átila e história com Felipe Figueiredo.
https://www.youtube.com/channel/UCwqDUiw5ut1d6glseGzH13A
 Um canal muito interessante focado na reflexão sobre filmes. Já viu algum filme que te fez pensar ou que não entendeu? Acessa o canal que com certeza haverá um vídeo discutindo a obra.
https://www.youtube.com/channel/UCYYSBDw6GJ7SRwsTWn5hDLg
 Misticismo e religiões são o principal alvo de canais de pseudoconhecimento. Quer aprender sobre teologia de forma séria? Acesse o canal Conhecimentos da humanidade.
https://www.youtube.com/channel/UCH2VZQBLFTOp6I_qgnBJCuQ
 Um canal muito interessante para estudar história.
https://www.youtube.com/channel/UCk5BcU1rOy6hepflk7_q_Pw
 Um canal bem fundamentado que está sempre atualizado nas principais polêmicas políticas e sociais.

https://www.youtube.com/channel/UCGo3vjM2Ll3XujL-zYT5SMg
 Um canal nordestino muito legal focado na biologia.
https://www.youtube.com/channel/UCI5WkIKM1kPDKUR9g2ImnKQ
Para aprender sobre mitologia vale muito este canal.
https://www.youtube.com/channel/UC0fGGprihDIlQ3ykWvcb9hg
 Um canal muito bem produzido que discute temas políticos de forma séria e fundamentada.

https://www.youtube.com/channel/UCQj3_hS0E7BDKsQ43OCC4kA
É claro que não deixaríamos de fora nosso canal de Filosofia.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Nunca é demasiado cedo nem demasiado tarde para se dedicar a Filosofia.

Algo bonito de se ver, ainda mais em um Brasil que anda tão embrutecido.
Já dizia o Filósofo grego Epicuro.

"Que nenhum jovem adie o estudo da filosofia, e que nenhum velho se canse dela; pois nunca é demasiado cedo nem demasiado tarde para cuidar do bem-estar da alma. O homem que diz que o tempo para este estudo ainda não chegou ou já passou é como o homem que diz que é demasiado cedo ou demasiado tarde para a felicidade. Logo, tanto o jovem como o velho devem estudar filosofia, o primeiro para que à medida que envelhece possa mesmo assim manter a felicidade da juventude nas suas memórias agradáveis do passado, o último para que apesar de ser velho possa ao mesmo tempo ser jovem em virtude da sua intrepidez perante o futuro. Temos portanto de estudar o meio de assegurar a felicidade, visto que se a tivermos, temos tudo, mas se não a tivermos, fazemos tudo para a obter".(Carta a Meneceu)

Na Foto Carlos Augusto Saré de Melo de 65 anos, estudante de cursinho pré-vestibular solidário aprovado para o curso de licenciatura na Universidade do Estado do Pará (UEPA).

 https://www.diarioonline.com.br/noticias/para/559650/idoso-de-65-anos-e-aprovado-no-vestibular-apos-aposentadoria-e-cursinho-comunitario

https://www.viagora.com.br/noticias/idoso-de-65-anos-e-aprovado-em-universidade-publica-79412.html

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Quem são os Filósofos de Assasin"s Creed Odyssey?

Sim, videogames podem ser educativos. E para uma introdução ao estudo de Filosofia "Assassin's Creed Odyssey" é um prato cheio.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Uma animação impactante para discutir a relação homen-natureza.

Bora pensar a atual relação homem natureza de forma "didática"? Que tal inverter o problemas para ilustrar? Confira aqui uma ótima animação que bota o dedo na ferida.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Quem lembra deste filme? Por que os humanos devem ter o direito de explorar de forma cruel os animais?

Muitos de vocês devem ter visto o filme "Projeto Secreto" de 1987 rolando na TV aberta durante os anos 90. Na história um casal se empenha em salvar a vida de um chimpanzé que estava sendo usados cruelmente como cobaia em experimentos militares. Vocês sabiam que a obra é uma versão atenuada dos horrores reais de experimentos militares realizados em animais?
No livro "Libertação animal" Peter Singer descreve como chimpanzés foram usados pela força aérea americana para testar os efeitos de radiação em "pilotos". O experimento que inspirou o filme foi realizado durante muitos anos na base aérea de Brooks no Texas e envolvia uma espécie de simulador de voo apelidado de PEP (plataforma de equilíbrio de primatas). Os animais eram presos em uma cadeira fixada em uma plataforma sendo treinados a base de choque elétrico para acessar uma alavanca que controlava o equilíbrio do aparelho. Depois de terem aprendido a "pilotar" (manter a plataforma estável utilizando a alavanca) eram expostos a radiação e agentes químicos para testar como estes produtos influenciavam a "capacidade de pilotar". Existe um documento deste experimento chamado "training procedures for primate equilibrium plataform" que resume todo processo "treinamento" dos primatas. Um texto repulsivo que demonstra como os seres humanos podem ser tão cruéis com outras formas de vida.
Milhares de chimpanzés foram utilizados só neste experimento da base de Brooks.
A Guerra Fria terminou faz tempo, no entanto animais continuam sendo utilizados como cobaias em experimentos militares em todo globo. E não só, também em experimentos civis tão ou mais terríveis do que o apresentado pelo filme.
Precisamos discutir o tratamento das vidas não humanas. E a obra de Singer sobre "especismo" e "libertação animal" é uma boa introdução a este debate sobre "Ética animal". Por que enquanto humanos devemos ter o direito de explorar de formas tão terríveis outros "seres sencientes"? Para onde nos levará esta relação tão desrespeitosa e violenta com os outros seres vivos e meio ambiente? 

Para saber mais:

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

“Don’t F**k with Cats: Uma Caçada Online" e o fenômeno da emergência.

A série documental de 3 episódios “Don’t F**k with Cats: Uma Caçada Online" disponível na NETFLIX narra as ações de um grupo de pessoas em busca de um homem que compartilhou imagens de si mesmo matando filhotes de gatos na Internet. Um material audiovisual muito interessante para quem estuda os potenciais das tecnologias de "redes distribuídas", sobretudo o processo de "emergência". Fenômeno que se dá na "formação de padrões complexos a partir de uma multiplicidade de interações simples", podendo ser observado nos enxames de animais, redes neurais, e também na internet. O conceito que foi desenvolvido por Steven Johnson em seu livro "Emergência: a vida integrada de formigas, cérebros, cidades e softwares" e que dialoga com reflexões de muitos outros autores tais como Antonio Negri ao falar de inteligência de enxame no livro "Multidão: guerra e democracia na era do império" e Byung-Chul Han no livro "No enxame". 
 Os dois primeiros autores citados aqui discutem como as redes descentralizadas ( ou mais precisamente falando "distribuídas") podem produzir resultados colaborativos que vão muito para além da "soma das partes" dos atores envolvidos.  Enquanto Johnson trata do fenômeno de maneira mais ampla, Negri investiga como o "isomorfismo" das redes está ligado ao novo sujeito revolucionário do capitalismo cognitivo a "multidão".  

“Don’t F**k with Cats: Uma Caçada Online" é um exemplo dramático de como a colaboração de diversas pessoas comuns por meio da rede da internet conseguiu identificar, rastrear e responsabilizar um criminoso transcendendo os aparatos institucionais de investigação e segurança que normalmente secundarizam os maus-tratos aos animais. A série também nos permite olhar a internet como um "pharmakon", já que também nos apresenta muitos usos negativos tecnologia tais como: fakes, trolls, haters, incels e a potencialização da ação de maníacos por meio das redes sociais .


Dentro das próprias redes sociais um forte debate está sendo feito sobre a "validade e pertinência" da série. Muitos estão defendendo que o doc tende a estimular a violência contra animais dentre pessoas com o objetivo de fama, enquanto outros argumentam que o tema de "maus-tratos aos animais" ao ser discutido também será mais enfrentado e que redes emergentes de defensores de animais tendem a aparecerem e se fortalecerem.

Para além de toda polêmica uma coisa é certa: o debate sobre o uso das tecnologias de rede e suas potencialidades é cada vez mais importante nos dias de hoje. E "Don’t F**k with Cats"!

sábado, 11 de janeiro de 2020

"Eu perdi meu corpo" uma animação da NETFLIX para fazer pensar: O que pode um corpo?

"Eu Perdi Meu Corpo" é uma boa pedida para quem está procurando algo para assistir no serviço de streaming da NETFLIX. A obra é um espetáculo estético e de maneira envolvente e intimista acaba por discutir muitos dos temas sociais e políticos mais importantes no nosso momento conjuntural. Por meio de um romance de "amor platônico" são abordadas as temáticas de "imigração", desigualdade social, Incel, flexibilização e precarização do trabalho. A produção ganhou teve destaque no Festival de Cannes e é inspirada no romance Happy Hand, escrito pelo autor Guillaume Laurant.

A "odisseia surreal" de uma mão decepada em busca de seu corpo impele ao espectadores pensar o problema da "dicotomia corpo-mente". Tema que já foi explorada por diversos autores da história da Filosofia como Platão, Espinosa e Nietzsche seja para afirmar ou para negar este "dualismo". Um material audiovisual excelente para iniciar debates sobre a divisão do trabalho intelectual e manual e a "oposição" entre razão e sensibilidade.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Para pensar 2013 de maneira mais profunda e reflexiva.



"O que resta de junho" é um documentário que visa problematizar as chamadas Jornadas de Junho e refletir sobre o seu significado e efeitos nos múltiplos segmentos sociais envolvidos, desdobrando a sua constituição como acontecimento a partir de entrevistas com alguns dos principais personagens das jornadas e pesquisadores sobre o tema, no Rio de Janeiro e em São Paulo, e das imagens que restaram dessas que foram as maiores manifestações políticas e sociais que o Brasil já viveu em sua história.

Um Filme de Carlos Leal, Diego Felipe,Vladimir Santafé
Direção Vladimir Santafé
Roteiro e  Entrevistas Carlos Leal
Pesquisa Carlos Leal, Diego Felipe, Rodrigo Bertame, Vladimir Santafé Direção de Fotografia Diego Felipe, Hugo Labanca
Trilha Musical Guizado Designer e Conceito Diego Felipe, Hugo Labanca Crédito e Cartelas Pablo Henrique Câmera Carlos Leal, Diego Felipe, Hugo Labanca, Vladimir Santafé
Assistente de Câmera Aline Fernandes, Zé Castillero Edição Diego Felipe, Hugo Labanca, Vladimir Santafé
Captura de Som Aline Fernandes, Rodrigo Bertamé, Thaiane Ferreira, Zé Castillero
Imagens Adicionais e Crédito Pablo Henrique Imagens Aéreas Doval Produções

Apoio Sindscope, Sindipetro-RJ, Subúrbio em Transe, Adufrj Apoiadores Pedro Henrique, Vando Juvenal, Rachel Nigro, Wallace da Silva Melo, Fernanda Rodrigues, Guilherme Pimentel, Mario Generosi Brauner, Daniel Caetano, Marcos José da Silva, Amauri Mendes Pereira, Bruno Gawryszewski Agradecimentos Gabriel Tiaraju, Suraia El-Kaddoum, Geovano Santos da Fonseca, Fernanda Cardoso, Thiago Laurino, Jorge César, Talys Gonçalves, Luis Cláudio Lima, Alexandre Palma, Lucas Ferreira Juliana Bubel, Paulo Pasin, Rebecca Muniz, Sammy Farah, Feijão, MTST, MPL-RJ, MPL-SP, Shirley Neres, Ronald Luiz, Luiz Eduardo Rodrigues Entrevistados Cristovão Duarte, Victor Quintiliano, Mayara Vivian, Ana Paula, Mauro Iasi, Paula Maíran, André Miguez, Giuseppe Cocco, Jorge Maia, Ulisses, Kim Ramos, Zé Guajajara, Ashaninka, Korubo, Camila Jourdan, Emerson Fonseca, Emanuel Cancela, Alexandre Samis, CélioViana, Moisés de Jesus João Vitor, Michel, Wiria Alcântara, Antônio Pedro, Cristiane Ribeiro, Aluana Guilarducci