quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

CyberPunk. A cultura machista do século XXI acaba de inventar um novo tipo de "estupro".

Games podem nos dizer muito sobre nossa sociedade. Recentemente um número enorme de "nerds" ficaram meses planejando como iriam interagir sexualmente com a personagem tatuada que aparecia nós trailers do game CyberPunk 2077. Todos grupo relacionados ao jogo tinha posts sobre "vou comer a Judy". Pessoas que planejavam projetar suas frustrações sexuais reais em um personagem virtual.

Spoiler do game a partir daqui!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Mais uma frustração para eles. No game que saiu o final de 2020 a personagem Judy é gay e não dá para fazer o jogador que escolheu um personagem masculino para jogar interagir sexualmente com ela. 

Indignados hackers em comportamento incel (cultura machista de pessoas que vivem em celibato involuntário) fizeram um mod (uma trapaça de reprogramação) para tornar possível a interação hétero com a Judy. Sexo virtual por meio da manipulação de codigos conta a programação original de um personagem, ou seja, inventaram um novo tipo de estupro.

O mundo distópico e tecnológico do game CyberPunk não está tão distante de nossa realidade atual.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Estados reduzem tempos de Filosofia nas escolas de Ensino Médio.

 Matriz curricular do Paraná: Filosofia e Sociologia agora contam com apenas 1 tempo de aula nos 3 anos do EM. No Espírito Santo e na Bahia também já foi anunciado corte de carga horária das disciplinas. A mobilização em defesa do ensino de Filosofia e Sociologia nas escolas é urgente! Iniciarmos este ano com uma grande campanha de "todos em defesa do ensino de Filosofia e Sociologia nas escolas!".

 


sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Vídeos para pensar criticamente Cuba.

Cuba é um país com uma história incrível de lutas e resistências. Hoje, bem depois do fim da guerra fria e da morte do líder revolucionário Fidel Castro que ficou no poder por décadas a ilha vive um momento peculiar. Abertura, burocracia, heranças sociais e a revolução tecnológica do século XXI fazem uma nova "isla bonita" emergir . Trazemos aqui dois documentários produzidos pelo canal Linhas de fuga na ilha para ajudar no que diz respeito a pensar criticamente Cuba em toda sua complexibilidade. Para além de reducionismos e romantismos de direita ou esquerda.

 "Cub@" é um documentário que discute as implicações da inserção da tecnologia da internet nesta ilha caribenha. Explorando o debate sobre as relações do uso da tecnologia e suas consequências sociais. O filme foi realizado a partir de imagens e entrevistas colhidas nos anos de 2015 e 2017 em Havana. Uma produção da mídia independente "Linhas de Fuga" e NEXT. Agradecimentos: Letícia Bortolon Nilton Bahlis dos Santos Carolina Almeida Subúrbio em Transe Observatório crítico Cubano

 

  

O documentário consiste em uma longa entrevista com integrantes do "Observatório Crítico" de Cuba, grupo de cunho anarquista com um olhar peculiar sobre a realidade política e social deste país. A entrevista realizada em meados de 2015 retrata um momento especial da ilha: o processo de abertura com os Estados Unidos e também mudanças políticas culturais, tais como a disseminação da internet e o avançar da economia mista. Neste primeiro bloco os entrevistados discutem o atual momento político de Cuba: a relação com os Estados unidos, direitos civis, militância politica. O projeto "Mundo Periférico" é uma iniciativa independente, e por conta disso enfrentamos alguns desafios de produção. Contamos com a colaboração dos interessados para poder ampliar ainda mais o alcance de nosso vídeo, por isso estamos solicitando a ajuda n oque diz respeito a "legendagem" e "tradução" do material. Acreditamos que a força coletiva possa superar os obstáculos financeiros no que diz respeito a produção e divulgação de material independente na internet.