quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Rainbow Six Siege: Operação Skull Rain. Um game para naturalizar a criminalização da pobreza no Brasil.

Em um período onde o Estado massacra as favelas do Rio e Janeiro para garantir o teatro olímpico a Ubisoft Brasil lançam uma versão especial do game "Rainbow Six Siege" onde você joga com um integrante do BOPE que mata e tortura pessoas dentro das favelas. A naturalização do genocídio de pobres e negros através da alta tecnologia de entretenimento. No trailer do jogo muitos jargões alienados de apologia a violência policial, um personagem central com acara pintada como uma caveira e o anuncio de um modo de jogo de "tortura". Esta aí um exemplo de jogo que deve sim ser criticado por todos aqueles que defendem os direitos humanos e lutam contra o genocídio de pobres e negro nas periferias.


Em "Assassin Creed 3" a mesma empresa já tinha passado um papelão ao retratar o Brasil de forma tosca e estereotipada, e pedido desculpas publicamente por isso.  No que diz respeito a violência urbana no Brasil a empresa Rockstar trabalhou de forma mais acertadaem "Max Payne 3". O protagonista do game enfrenta políticos e empresários corruptos que financiam milicianos e traficantes em uma trama que satiriza a desigualdade social e o controle violento do Estado sobre a população.  
Imagem do game Max Payne 3

Nenhum comentário: