sábado, 11 de janeiro de 2020

"Eu perdi meu corpo" uma animação da NETFLIX para fazer pensar: O que pode um corpo?

"Eu Perdi Meu Corpo" é uma boa pedida para quem está procurando algo para assistir no serviço de streaming da NETFLIX. A obra é um espetáculo estético e de maneira envolvente e intimista acaba por discutir muitos dos temas sociais e políticos mais importantes no nosso momento conjuntural. Por meio de um romance de "amor platônico" são abordadas as temáticas de "imigração", desigualdade social, Incel, flexibilização e precarização do trabalho. A produção ganhou teve destaque no Festival de Cannes e é inspirada no romance Happy Hand, escrito pelo autor Guillaume Laurant.

A "odisseia surreal" de uma mão decepada em busca de seu corpo impele ao espectadores pensar o problema da "dicotomia corpo-mente". Tema que já foi explorada por diversos autores da história da Filosofia como Platão, Espinosa e Nietzsche seja para afirmar ou para negar este "dualismo". Um material audiovisual excelente para iniciar debates sobre a divisão do trabalho intelectual e manual e a "oposição" entre razão e sensibilidade.

Nenhum comentário: