sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

CAM: para refletir sobre tecnologia e mercantilização do sexo e da vida.

O filme Cam da Netflix toca em um assunto muito interessante que é a relação entre sexo e tecnologia. Mais especificamente no tema virtualização do trabalho sexual por meio de plataformas digitais onde internautas assistem e interagem diretamente com camgirls por meio de pagamentos virtuais. O roteiro do filme (que parece ser inspirado no anime Perfet Blue) é interessante abordar este "universo" da "prostituição virtual". Hoje existe toda uma indústria de "prostituição virtual" que permite o contato de mulheres se exibirem e interagirem com clientes via câmera e internet.O tema rende um bom debate sobre transtornos psicológicos relacionados a cultura cibernética, mercantilização do sexo, do corpo e das relações sociais.
Antes de assistir,consulte a faixa etária indicada.

Textos interessantes afins ao assunto:
http://sociologiacienciaevida.com.br/a-mercantilizacao-do-prazer/
https://colunastortas.com.br/pornografia-e-prostituicao-quando-o-sexo-nao-e-emancipatorio/
https://colunastortas.com.br/pornografia-e-prostituicao-quando-o-sexo-nao-e-emancipatorio-pt-2/

Nenhum comentário: